Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

domingo, 26 de dezembro de 2010

Agora que passou mais um Natal...

Que tenha sido um Natal repleto de saúde, paz, amor e felicidade...

Que as nossas atitudes e emoções deste Natal possam prolongar-se pelos restantes dias do ano...

Que a alegria dos nossos corações possa contagiar aqueles que não têm tantas razões para sorrir...

Que a nossa solidariedade seja um hábito do quotidiano e não apenas uma prática de épocas festivas...

Que 2011 possa trazer-nos tudo aquilo que desejamos de bom e não conseguimos em 2010...

Que consigamos encher cada um dos dias do Ano Novo que se aproxima com sentimentos positivos, acções nobres e bons exemplos para as nossas crianças.


terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Novidades dos Açores...

Os nossos amigos do Blogando n@ escola já receberam a encomenda que lhes enviamos... e a tempo de provarem os Rock Cakes, mesmo antes da interrupção lectiva.

Se quiserem ver a sua reacção, espreitem aqui:
Presentes de todos os cantos da Europa. 



Foi bom saber que, desta vez, o carteiro não se atrasou!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Não há duas... sem três!

Assim diz o ditado e parece que fala verdade...
Depois de termos recebido a visita do Pai Natal por duas vezes ontem...
  • De manhã na escola, com todos os meninos da EB1 e Jardim de Infância juntos:
  • À tarde/noite na festa de Natal da comunidade escolar:
Hoje ele apareceu outra vez!
Muito cansado, é verdade, que estes dias não são para brincadeiras, com tanto trabalho, tantas prendas para entregar, tantas escolas para visitar!

E querem saber um segredo?
O Pai Natal é muito vaidoso... antes de ir ter connosco as nossas professoras viram-no a arranjar-se todo ao espelho!
Mas depois lá nos entregou o que trazia no seu saco: 
Um bonito livro com uma história tradicional, que traz um CD para a podermos ouvir contar quando quisermos, mesmo que o pai ou a mãe estejam ocupados...

No filme que se segue podem ver as imagens das duas visitas que recebemos, a de ontem (do Pai Natal do E-Leclerc) e a de hoje.


Gostamos muito, Pai Natal, obrigado, foste mesmo muit'a fixe!
E, depois de recebermos mais outro Pai Natal, desta vez de chocolate, terminou o primeiro período. Fomos todos para casa carregadinhos de lembranças e de beijinhos de Boas Festas.

Festa de Natal

Com um salão de festas cheio com a comunidade educativa de Vila Franca, a Festa de Natal da EB1/JI contou com a colaboração da Associação de Pais na dinamização desta actividade.

Foi simples mas bonita, com acertos e enganos, como é normal com as crianças... afinal isso é que tem graça!

Todas as turmas se apresentaram em palco, tendo-se iniciado o espectáculo com a participação dos dois grupos do jardim de infância em conjunto.
 
As crianças mimaram a música "Natal Africano" e depois cantaram a canção "Dançando à volta do pinheiro", todos vestidos de vermelho e com chapéus de Pai Natal.

No final da actuação chegou o dito, o Pai Natal de verdade, que distribuiu a todos rebuçados e bandoletes de renas... ficamos mesmo muito engraçados!
 
As fotos não saíram muito bem (a fotógrafa não era muito experiente com este equipamento, mas fez o que pode...) por isso não podemos aqui colocar muitas.

Ficam outras imagens: da alegria das crianças, da participação entusiástica dos pais, da colaboração de todo o pessoal docente e não docente... que no final também subiu ao palco para ser presenteado... com um par de hastes de rena! (mas essa foto não colocamos aqui...)

No final houve lanche partilhado, que contou com a colaboração de todos.
Uma experiência a repetir...

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Prendas para as famílias fixes!

Hoje foi o dia em que levamos para casa a prendinha que preparámos para as nossas famílias.
Por isso já podemos revelar o segredo...
É muito simples e foi feita com a reutilização de um velho CD.
Recorremos à técnica do guardanapo, mas usamos também papel de embrulho de motivos natalícios. Do outro lado do CD,  uma surpresa... a nossa fotografia!
Assim elaboramos uma bonita bola para decorar o pinheiro lá de casa!
A acompanhá-la ia um postal, desejando Boas Festas a toda a família! 

O Pai Natal está com problemas... por causa da Mãe Natal

Soubemos que o Pai Natal andava com problemas...


É que ele já é um pouco velhote e, às vezes, distrai-se um bocadinho!
Mas a Mãe Natal disse-lhe que este ano era mesmo ele a fazer o pinheiro... e não de qualquer maneira, tinha que o fazer de uma forma especial, seguindo estes padrões:
Então ele pediu ajuda... a quem?
A quem haveria de ser???

Estivemos a formar no flanelógrafo os diversos padrões com símbolos de Natal que a Mãe Natal escolheu e ainda inventamos mais!
Espreitem lá como foi...


Nota:
Foi mais um momento de fantasia, em que todos sentiram bem viva a presença dessa figura mágica, o Pai Natal... os olhinhos brilhavam, pois os corações acreditam e todos estavam plenamente convencidos de que estavam mesmo a ajudar o velhinho das barbas brancas...
Mas foi também mais uma actividade matemática de resolução de problemas, que ajudou  os mais pequenos a desenvolverem o seu raciocínio lógico, mas não só...

Fazer padrões ajuda as crianças a aprender a ver relações, encontrar conexões, estabelecer generalizações e fazer conjecturas, para além de sustentar um tipo de pensamento matemático que ajuda as crianças a resolver problemas e a pensar de forma abstracta.(...) O trabalho com padrões repetitivos servirá no futuro de suporte para a aprendizagem da Álgebra. (Palhares, P. e Mamede, E.  ver aqui.)

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Visitas de Pais

Hoje foi a primeira visita deste ano lectivo.
A mãe do Pedro, que é bancária, veio falar connosco por causa do nosso projecto sobre a crise.
Veio preparada com um DVD muito interessante, onde o "Eurocas" (uma moeda de 1 euro, que falava) contava a sua história e ensinava a importância da poupança.

Aprendemos várias coisas:

O que é um banco - é assim como uma casa onde se guarda o dinheiro, como se tivesse muitos porquinhos-mealheiros lá dentro, só que está num cofre, que é como uma despensa, com prateleiras, mas em vez de ter lá comida, tem notas e moedas. 

O que é uma conta - é onde está o nosso dinheiro, é como se fosse o nosso porquinho-mealheiro lá no banco.

O que é poupar - é guardar o dinheiro em vez de o gastar; assim depois podemos comprar uma coisa maior, como uma casa, ou um carro.

O que é um empréstimo - é quando não temos dinheiro que chegue para comprar uma coisa e o banco empresta-nos; mas depois temos que pagar aos bocadinhos; os empréstimos não podem ser dados às crianças, só aos adultos que recebem ordenado ao fim do mês.

O que são cartões e cheques - são outras maneiras de pagar as compras, senão tínhamos que andar carregados com notas e moedas para comprar as coisas caras, como um carro.

Como era antigamente - quando não havia dinheiro, as pessoas trocavam coisas; por exemplo, se eu tinha peixes e tu tinhas arroz, trocávamos e assim podíamos comer ambos arroz com peixe, em vez de cada um só comer do que tinha; o sal também era valioso e servia para pagar coisas.

No final ainda recebemos presentes... pois, estamos quase no Natal!
A mãe do Pedro foi muito simpática, trouxe um mapa de Portugal e de todas as cidades capitais de distrito do nosso país e também rebuçados do banco onde trabalha.

E depois... a surpresa!
Então não é que ela encontrou o Pai Natal e ele enviou uma prenda, com um bilhetinho a dizer para a Sala Fixe?
Eram livros de actividades de acordo com a nossa idade!
Fomos então para a sala e toca a pintar (os mais pequenos) e a seguir as indicações das actividades (os mais velhos) cheios de entusiasmo.

Vejam algumas fotos a seguir:


A manhã passou a correr... obrigada à D. Gorete por ter vindo à Sala Fixe!

Vamos enviar para casa uma folha onde outros pais se mães se poderão inscrever para cá vir também.. . podem ir pensando nisso. 

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

"Enfeitados" para o Natal...

Sente-se e vive-se o Natal nesta semana!
  • No ambiente (da escola decorada para esta época);
  • Na solidariedade (da recolha de alimentos e brinquedos para os necessitados)
  • No frenesim (de acabar tudo a tempo!)
  • No entusiasmo (dos ensaios para a festa...) 
  • Na alegria dos rostos (que sabem estar a aproximar-se o dia...)
O envolvimento é tal que até decidimos "enfeitar-nos a nós próprios" para o Natal!
Como? Com pintinhas vermelhas... assim:
Já temos 4 meninos em casa... com varicela.


Isto devia ser proibido na semana da festa de Natal!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Perguntas e respostas

Iniciamos a semana com a partilha das novidades de casa e notícias do mundo, tal como habitualmente. Nestas últimas,  houve quem se desse por satisfeito por já termos feito os Rock Cakes para os amigos dos Açores, pois agora falta o açúcar e ia ser mais difícil...

Conversa puxa conversa surgiu uma pergunta para a qual ninguém sabia a resposta:
- De onde vem o açúcar?
- Eu acho que é de uma flor, mas não tenho a certeza... (Margarida)
- Será? Não virá de um animal como outros alimentos? 
- O leite! O leite é que vem de um animal, é a vaca!
- E de onde vem o sal?
Parece que já temos trabalho de pesquisa para fazer no novo ano, quando regressarmos das férias de Natal. Só falta escrevê-las no Quadro das Perguntas, para não nos esquecermos.

Entretanto, depois das novidades estarem escritas em texto e ilustradas fomos brincar e trabalhar. Havia que acabar as prendas de Natal para as famílias e os postais de Boas Festas!


De tarde, a rotina semanal de segunda-feira é a hora da história.
E a que a professora escolheu para hoje agradou-nos mesmo muito!
Querem ver qual era? Aqui está, chamava-se "Eu sei tudo sobre o Pai Natal"


Mas, afinal, o que é que nós sabemos sobre o Pai Natal?

- Ele vê os meninos todos e vê quem se porta bem e mal e só dá prendas a quem se porta bem. (Margarida, 5 anos)

- Pois é, e a quem se porta mal ele dá um saco de cebolas! 
(Pedro, 5 anos)

- O Pai Natal também dá prendas aos animais... só não dá aos gatos, se eles deitarem o pinheiro abaixo! (Guilherme, 3 anos)

- O Pólo Norte é onde vive o Pai Natal... é muito longe e tem neve. Ele vem de trenó de renas.
(Tomás L., 5 anos)

- E traz prendas...
(Mirian, 5 anos)

- O Pai Natal não é mau...
(Rodrigo P., 3 anos)

- Eu gosto dele.
(João, 3 anos)

- A roupa do Pai Natal é vermelha.
 (André, 3 anos)

- E branca, também é branca! 
(Rodrigo P., 3 anos)

-Ele tem barba branca e tem um saco de prendas para dar aos meninos!
(Tomás A., 3 anos)

Depois da história chegamos à conclusão que o menino é que sabe, os crescidos não! 
A Margarida até disse que o avô não acredita no Pai Natal, por isso ia mostrar-lhe esta história para ele ver que não tinha razão!

- E como fazes para ele poder ver a história?
- É fácil... pões no blogue!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Natal solidário

Decorre na EB1/JI de Vila Franca, à semelhança do que sucedeu em anos passados, mais uma recolha de bens em favor das pessoas mais desfavorecidas da freguesia; pretendem-se reunir géneros alimentícios e brinquedos em bom estado para repartir com as famílias que mais precisam de ajuda, nomeadamente nesta altura, em que o espírito de Natal contagia todos os corações e os torna mais generosos.
 
Pais dos meninos da Sala Fixe, participem com a generosidade que vos for possível e envolvam as vossas crianças nesse sentimento de bem-fazer.

Ao trazerem para a sala o seu contributo,  as crianças terão oportunidade de o ir colocar no local de depósito, para melhor se aperceberem de que:

É bom receber, mas também sabe muito bem DAR!

sábado, 11 de dezembro de 2010

De rabinho para o ar...

... é que sabe bem trabalhar!
Mas só mesmo num Jardim de Infância isso é possível de encontrar!

Foi mesmo assim, em cima da mesa grande e de rabinho para o ar, que alguns se envolveram na construção de um Pai Natal gigante para decorar a porta da nossa sala.
  1. A professora deu uma mãozinha a desenhá-lo nas folhas grandes que trouxe o Santiago (obrigada mãe do Santiago!)
  2. Nós contornamos o desenho todo a marcador preto;
  3. Depois começamos a cobri-lo com a técnica do mosaico, colando quadrados e triângulos de papel metalizado vermelho.
  4. Pintamos as botas de preto, com tinta;
  5. Finalmente, a Celeste ajudou-nos a completar pormenores como a barba de algodão, o cinto e as luvas com cartolina preta...
  6. Então foi só encher o saco com presentes recortados dos diversos catálogos de brinquedos que foram chegando à Sala Fixe durante estes dias...
Ora espreitem lá a actividade:



O Pai Natal ficou pronto e está já colocado à porta da sala.
(a professora é que se esqueceu de o fotografar!)

Deseja a todos os que passam lá o mesmo que desejamos a todos os que passam aqui:


 Um Natal Muito Fixe!

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Ainda os nossos Rock Cakes

A propósito desta actividade de culinária, refira-se que a mesma teve uma intencionalidade muito particular, para além de acompanhar o queijo da serra e de  permitir a partilha com os vizinhos da Sala dos Amigos...

Pois é, os Rock Cakes (bolos de pedra) foram-nos dados a conhecer pela mãe do Pedro, que trouxe de casa esta receita  (foi a mais votada, mas outros meninos trouxeram também, obrigada a todos os pais que corresponderam ao nosso pedido).

Decidimos fazê-la para oferecer aos meninos e professoras do Blogando n@ escola.
Pois é amigos, já vai a caminho, oxalá cheguem em boas condições...


A Margarida e a Mirian, com uma ajudinha do Pedro e do Tomás L. estiveram a registar a receita, para lhes enviarmos uma cópia e publicar aqui também, em resposta aos pedidos.
Aqui fica então a receita original (traduzida pela mãe do Pedro), que tivemos que quadruplicar para chegar para tudo!
A fotografia não ficou lá grande coisa...
Experimentem vocês também, é fácil e o resultado é muito agradável...

Parabéns à Mirian!

Foi a primeira da Sala Fixe a fazer anos neste ano lectivo:
no passado dia 7 completou 5 anos e todos juntos cantamos-lhe os Parabéns!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Rock Cakes

O que será, que será?
O que estivemos a fazer hoje, no dia diferente, dia do desafio?

Ora espreitem:
Então, já sabem?
Damos um Rock Cake a quem adivinhar... (se ainda restar algum!)

Hoje foram o nosso lanche, juntamente com o Queijo da Serra, que o Tiago A. trouxe do fim de semana prolongado na Serra da Estrela...
 
Muito obrigada aos seus papás, foram muito simpáticos em ter-se lembrado da Sala Fixe!
E soube-nos mesmo bem... (sabem que até quem dizia não gosto provou e gostou?)

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Um Natal actual, um Natal... Digital

Vale mesmo a pena ver até ao fim... já o partilhei no Pré Histórias, mas não resisto a publicar aqui também, dado o público-alvo ser outro.
Como as Redes Sociais, a web e o mobile contam a História da Natividade.
O Natal através do Facebook, Twitter, YouTube, Google, Wikipedia, Google Maps, GMail, Foursquare, Amazon...
Se o Natal acontecesse hoje, a sua história seria diferente...
Mas não no essencial.


Agora que viram este vídeo do Youtube... reflictam:
- Que geração estamos a educar?
- O que será das crianças que não tiverem a possibilidade de contactar com a tecnologia e desenvolver a Literacia Digital? Serão os analfabetos do futuro?

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Apresentação do Projecto Curricular 2010-2011

Esta é a síntese do Projecto Curricular da Sala Fixe que foi apresentada ontem, em reunião geral de pais e encarregados de educação.



Uma vez que foi construído com a vossa colaboração, é bom que todos possam tomar conhecimento, assim aqui fica, para consulta dos que não puderam comparecer...
Mais tarde será disponibilizado para consulta o documento integral.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Aviso aos Pais e Encarregados de educação

Conforme informação enviada através do vai-vem na passada sexta-feira, relembra-se que amanhã, dia 6 de Dezembro, irá realizar-se uma reunião geral pelas 18h, para apresentação do Plano Anual de Actividades da Eb1/JI de Vila Franca e ainda para tomarem conhecimento das linhas gerais do Projecto Curricular de Grupo da Sala Fixe. 

Peço, espero e desde já agradeço a comparência de todos!

Começar a poupar!

É o que já podemos fazer, pois os nossos porquinhos-mealheiros ficaram prontos e seguiram para casa...
Nem queiram saber a "trabalheira" que deram a fazer: desde encher o balão, revestir com jornal e cola, secar, revestir outra vez, secar, colocar as patas eo focinho com caixas de ovos, fazer as orelhas com pacotes de leite,  revestir tudo isso com jornal, secar, pintar de cor de rosa, secar, fazer os olhos e o focinho, secar e... finalmente, passar verniz e abrir o buraquinho para as moedas! Ufa!


Mas valeu a pena, ficaram giros, não acham?
Alguns até já têm nome!
Agora vai ser só juntar moedinhas para lá pôr e assim encher a barriguinha do porquinho...

Vá lá, pais, avós, padrinhos dos meninos da Sala Fixe, toca a ajudar as crianças a poupar!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A linha e o ponto

Atrás dos códigos de barras vieram... as linhas e os pontos, os principais elementos do desenho. Apesar de os conhecermos, ainda não tínhamos consciência da sua importância...
Por isso hoje dedicamos algum tempo a explorar o ponto e a linha.
Primeiro no quadro preto, depois no computador e, mais tarde, numa folha de papel.
Aquilo que exploramos resume-se, mais ou menos, ao que se pode ver nesta apresentação:


Aprendemos que o ponto é uma linha parada e a linha é um ponto que andou!

Depois passamos à exploração...
O desafio era grande, principalmente para os mais pequenos, mas todos conseguiram perceber e assimilar à sua medida os principais conceitos envolvidos, por exemplo,  as diferenças entre ponto e linha e entre os diversos tipos de linhas...

Claro que ainda nem todos os nomeiam  (linha recta, linha curva, etc.),  embora alguns já o façam, mas identificamos cada elemento sem dificuldades e mais, conseguimos realizar uma produção a lápis de grafite (alguns coloriram) sobre o assunto! Ora vejam:


E ainda exploramos a linha e o ponto com plasticina...

 O Tomás L. fez uma linha recta...
O Afonso e o Guilherme fizeram pontos - um grande e um pequenino

Assim trabalhamos conceitos que vamos aprofundar mais tarde... lá para o 5º ou 6º ano!
Estamos mesmo a ficar crescidos...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Amigos de muuuito longe!

Hoje os mapas de visitantes do Bloguefólio, que temos no final da página, indicavam que muitos amigos de longe nos visitaram, provenientes de países da Europa (Espanha, França, Grécia, Turquia...), da América do Norte (Estados Unidos, México...) e da América do Sul (Venezuela, Perú, Brasil, Argentina...).
Sejam bem-vindos, gostamos de vos ver por cá!
Antes de se irem embora, porque não nos deixam um comentário?

Mas cá no nosso Portugal (continente e ilhas)  o mapa de visitas não fica atrás...
(os pontinhos vermelhos indicam a origem dos visitantes)

Voltem sempre, é bom partilhar convosco aquilo que vamos fazendo!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Tarefas de Natal

Pois é, na sala Fixe, apesar da crise, começa a "cheirar a Natal"...

Já pensamos o que queríamos fazer para comemorar esta época festiva e fizemos uma lista de tarefas a cumprir:
- Escrever as nossas cartas ao Pai Natal, com a técnica da colagem;
- Fazer enfeites para decorar o pinheiro, que vai ser iluminado pela Associação de Pais;
- Enfeitar a sala com decorações de Natal: pinheirinho, presépio, estrelas e outros enfeites...
- Ensaiar um número para a festa de Natal da escola;
- Fazer uma prenda para as famílias.
Para já é isto... e já não é pouco!
Hoje era dia das surpresas (rotina semanal de terça-feira), por isso vieram algumas  de casa, entre as quais... o Pai Natal! É verdade, o Pai Natal chegou à Sala Fixe pela mão do Santiago e não veio de trenó, não senhor! Veio de...
Porquinho-mealheiro!

Mas na caixinha das surpresas veio também...
Uma carta do Pai Natal!
Chegou pedindo"por favor" que escolhêssemos só 1 presente, giro e não muito caro.
Nós já sabemos porquê... por causa da crise e achamos que ele tem toda a razão.
Ainda para mais porque nós somos meninos e meninas cheios de sorte, temos muitos brinquedos em casa e há crianças que precisam muito mais do que nós!

Por isso tivemos que procurar muito bem, até havia uma revista para cada um; tivemos que ver os preços e escolher só 1 brinquedo. Não foi fácil... alguns precisaram de uma ajudinha, pois não sabiam se era caro ou barato.
Foi uma azáfama: entre o virar as páginas, e os "quero este", as tesouras e a cola quase não chegavam para a encomendas! 

Colagem feita, passamos ao texto: cada um pensou e disse o que a professora ia escrever.  A carta começava assim: Querido Pai Natal, e o resto foi por conta de cada um.

E depois de uma manhã assim passada, terminamos o nosso trabalho e enchemos o placard:
Entretanto, com ajuda da Celeste, ainda conseguimos terminar os enfeites para a árvore de Natal que a Associação de Pais vai decorar no exterior:
Foram feitos com reutilização de materiais: sacos plásticos e pacotes de leite.
Assim resistem ao tempo e são amigos do ambiente.
O pinheiro amanhã vai ficar lindo, não acham?

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Tudo às riscas...

Tal como o código de barras...
É algo que nos tem interessado muito, desde que descobrimos:

- Que os preços são o que temos de pagar pelas coisas;
- Que os preços vêm nas etiquetas dos produtos;
- Que nas etiquetas vêm também uma coisa às riscas com números;
- Que isso se chama código de barras.

A partir daí, não houve mais sossego: em tudo descobrimos códigos de barras... no pacote do leite, no iogurte, na embalagem das bolachas, nos livros da biblioteca, nos jogos de mesa... tem sido um "ver se te avias" a ver quem descobre mais códigos de barras!
Até nas nossas  carteiras tetrapak, que já levamos para casa, o descobrimos! 
Vejam lá se não ficaram o máximo...
Mas afinal, como apareceu e para que serve esse código de barras?
Foi o que a nossa professora nos quis ajudar a perceber com esta apresentação:

Estivemos a experimentar a arte dos códigos de barras, mas ainda não terminamos...
Entretanto começamos a recortar os que íamos encontrando, de tal forma que demos início ao cartaz dos códigos de barras. 
O esforço é para encontrar coloridos, porque os pretos são mais vulgares... mas já temos alguns e hoje descobrimos um ENORME! Vinha no cartão dos pacotes de leite.
Entretanto o Pedro fez-nos uma revelação: descobriu que os algarismos do código de barras têm significado, por exemplo, se ele começar por 5 6 0 quer dizer que o produto é de Portugal!
Fantástico, não?

Logo toca de procurar códigos de barras começados por 5 6 0 ... e não é que descobrimos?
Assim ficamos a saber que o leitinho que tomamos todos os dias na escola é de vaquinhas portuguesas...
- Então e se o código não começar por esses números?
- Não é feito em Portugal, é de outros países...
Até alguns adultos cá da escola aprenderam isto hoje... e é uma coisa muito importante, se quisermos adquirir produtos portugueses e assim ajudar a superar a crise no nosso país.

Também já experimentamos fazer o código de barras de um de nós, mas não deu tempo para fazer de todos... se quiserem tentar ai por casa, cliquem aqui:
e divirtam-se, inserindo os vossos dados e obtendo o vosso próprio código de barras!

Há coisas fantásticas, não há?
E miúdos fantásticos também...

sábado, 27 de novembro de 2010

Olha, que coisa mais linda...

... mais cheia de graça, tal como diz a canção!
Foi a encomenda dos nossos amigos dos Açores, da EB1/JI Prof. Maximino Rocha (blogue Blogando n@ escola) que chegou hoje!
- Humm... é duro!
- Tem coisas duras... serão pedras dos vulcões?
- Então a surpresa não tinha a ver com o vídeo que vimos do Pão-por-Deus? (já lá vão tantos dias...)
- Ah! São "burruçados" (rebuçados)!
- Não é nada, é pão... duro!
- Ou chupas...
- Acham que são doces?
- Pois, eles foram pedir doces, deve ser...
- E um saquinho, deve ter um saquinho!

Aberto o envelope - que também tinha código de barras (falaremos acerca disto adiante) - descobrimos o que tinha lá dentro:
Um desenho dos meninos do Jardim de Infância, da educadora Conceição, e um saquinho (que lindo!) com uns canudinhos que pareciam rebuçados e alguma coisa dentro que não sabemos como se chama...

Mas isso não nos impediu de cheirar (cheira a chocolate... eu acho que cheira a bolacha...) e depois provar (acho que tem mesmo migalhinhas de bolacha dentro... e chocolate, isso tem!)
 
 

 

 
Todos provaram  o doce depois do lanche, partido aos bocadinhos, pois teve que ser devidamente partilhado. Agora queremos saber o seguinte:

- Como se chama este doce;
- Como se faz;
- Quantos meninos têm o jardim de infância da vossa escola.

Amigos dos Açores, quando puderem digam alguma coisa...
E muito obrigada pela surpresa, gostamos muuuuuito!

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos