Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Mais um dia cheio de cor(es)

Apesar da chuva escurecer o céu lá fora e, às vezes, "até parece de noite!"... cá dentro da Sala Fixe a vida continua bem colorida!
Entre borrões, tintas e outras formas de trabalhar com cores, por cá houve muita alegria no trabalho! 
A música de yoga, bem calminha, tocava no computador enquanto a L. (3 anos) cantava, muito animada :-) 
video
(até ficamos admirados, pois às vezes parece que: "- o gato comeu-lhe a língua!")

Começamos o dia (mais uma vez sem o Matias, a Sofia - 3 anos - diz que ele "tá a umi") de uma forma muito apreciada por todos: abrindo a "caixinha das surpresas", uma rotina semanal, que decorre todas as terças-feiras e prende a atenção de todos, do mais pequenino ao mais crescido. 

Ouvimos o som que faz a surpresa dentro da caixa, fazemos perguntas que nos dêem pistas sobre o que será, queremos saber de que é feita a surpresa, para que área da sala é, tentamos adivinhar de todas as formas o que a caixinha esconde e assim, a brincar, trabalhamos a nossa capacidade de atenção e concentração, para além da linguagem oral e do raciocínio lógico!

Hoje a caixinha trazia duas surpresas, uma era para os mais pequenos e outra para os mais crescidos. Com uma pista atrás de outra, acabamos por acertar: era um puzzle e um jogo que só sabíamos que tinha cortiça, elásticos e coisas que picavam! Cantamos a canção da caixinha das surpresas, fizemos plim, plim, plão... e ela abriu-se! Depois foi assim:

Jogos que ajudam a crescer on PhotoPeach 

Como dizem Oliveira-Formosinho e Andrade (2011) "A escolha que a educadora fez de jogos de madeira, de cores bonitas, usados em mesas confortáveis que permitem a comunicação, permite que esta seja uma situação de bem estar, paz, serenidade. A dignidade de ser criança"

Durante o resto da manhã terminamos os nossos borrões de tintas, que entretanto já estavam secos. Completamos com caras, braços e pernas... o que para alguns, foi um grande desafio! Afinal ainda há por aqui gente pequena só com 2 anos...

De tarde e para completar um dia cheio de cores, o Miguel P.(4 anos) deu outra aula, desta vez usando os monstrinhos come tampas que construímos na semana que passou. 
Ainda não tínhamos contado aqui, mas a nossa caixa de desperdícios de plástico estava cheínha de tampas, já não cabiam lá mais! 
Esta foi uma forma de as arrumar... (mas não só, foi também uma maneira de comprovar e registar os conhecimentos dos mais pequeninos sobre as cores, sem darem por ela ;-
  • já conseguem associar cores iguais? (por exemplo, pôr a tampa vermelha no monstrinho vermelho, mesmo sem dizer o nome dessa cor...)
  • já sabem dizer os nomes das cores? (nomear as cores principais)
Foi assim:
(Nós todos contentes a brincar e a professora a registar...)


Monstrinhos come-tampas on PhotoPeach 

Assim reutilizamos garrafões de água e aproveitamos as tampinhas plásticas, que agora, arrumadas por cores, vão servir para os nossos projetos.

Assim foi o nosso dia: tristonho e escuro lá fora, mas muito alegre e colorido dentro da sala!

4 comentários:

Maria da Luz Borges disse...

Que belo trabalho, não só pela cor como pelas aprendizagens. Parabéns, sala fixe!

Rosa Alves disse...

Olá Fixes. Gosto muito de cá vir. Como dizem: "Assim foi o nosso dia: tristonho e escuro lá fora, mas muito alegre e colorido dentro da sala!" - Muito Fixe...e muito fixe a L. a cantarolar!
É sempre cheia de cor a vossa sala.
Beijinhos Triquiteiros

Lúcia Curopos disse...

Uma ideia fantástica e amiga do ambiente..
De coisas muito simples faz instrumentos de aprendizagem excelentes... adorei esta ideia...
beijos para todos os fixes

M. Jesus Sousa (Juca) disse...

Muito obrigada a todas pelos vossos simpáticos comentários.

Obrigada Luz, beijinhos.

Ainda bem que gostas de cá passar Rosa Maria Alves, também gostamos de te "ver" por cá!

É mesmo, Lúcia, não é preciso gastar muito dinheiro para os pôr a puxar pela cabecinha... ;-)

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos