Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

E, por falar em "marcas"...

Pois é, atrás de uma vieram logo outras, outras marcas de outros tipos!

Conversamos sobre o fim de semana, que foi marcante para a Leonor, porque levou o Matias para sua casa. Contou-nos que brincou muito com ele, apresentou-o à família e cantou a canção dos bons dias com o Matias a todos eles ;-) A avó também deu uma ajudinha fazendo uma "operação" na barriga do nosso macaquinho preferido, que de tanto ser solicitado, estava a ficar um bocadinho estragado :'-( Obrigada à avó costureira!

Entretanto outro neto da mesma avó, o André M. também estava marcado, por ter ido assistir a um jogo de futebol no estádio da sua equipa. 
Para isso teve que fazer uma longa viagem, mas parece que valeu a pena:
- Vi muitas pessoas, todas vestidas de vermelho e até uma águia "a rodar" pelo estádio! 
- A rodar? Então a água tinha rodas? 
- Não, tinha asas! 
- Então não rodava... 
- Pois não, voava! ;-)
Já adivinharam onde ele foi, ou não?

E após relembrarmos uma das coisas que aprendemos na semana que passou, a Lengalenga dos 5 macaquinhos, os meninos grandes estiveram ocupados em representá-la graficamente. Também já a conseguimos gravar no gravador digital,  para depois fazermos uma surpresa!

Os mais pequenos também quiseram pegar nos lápis e, de tarde (para espantar o sono, que hoje não chegou a tempo...) fizeram um desenho com lápis de carvão/grafite! 

Eram uns lápis novos e especiais, triangulares (vejam aqui porquê) o que permitiu à professora identificar quem já consegue pegar direito (pois ainda há que completar dados de avaliação diagnóstica!).

Na verdade, 
"Quando a criança segura pela primeira vez o lápis, os seus movimentos são impulsivos e rápidos. O uso de um instrumento é uma forma complexa de manipulação de um objecto, intencional, dirigida a um objetivo, que envolve manipulação para alterar a posição, condição ou acção de outro objecto (Parker & Gibson, 1977). 
preensão, envolve segurar um objeto com o propósito de o transportar ou de o sentir, conforme o manipulamos e de acordo com a tarefa ou função. 
Ao abordarmos este aspeto do desenvolvimento infantil ”a pega do lápis” (preensão) sobressai uma individualidade na forma como as crianças ajustam as suas habilidades à ação, adaptando competências sociais, culturais e cognitivas às habilidades motoras, numa aprendizagem constante."
In: Patraquim, M.J. Barreiros,J. Gonçalves, I. "A variabilidade da pega infantil e o constrangimento do diâmetro do lápis"

Ao longo do seu processo de desenvolvimento podemos percorrer várias fases, até chegar à preensão ideal, a que permite obter melhor desempenho:
Papás, ajudem-nos a chegar lá, insistam connosco para que usemos o lápis da forma correta!
Para fazermos cada vez melhor as nossas marcas!

A nossa "marca"

E devagar, devagarinho, setembro já terminou e temos que virar a página do Calendário...
E assim, de mansinho, tão pouco tempo depois de se iniciar o ano letivo, não há ninguém na Sala Fixe que chegue maldisposto pela manhã, ou que fique com saudades do papá ou da mamã...

Reparamos que chegamos ao último dia no nosso primeiro Mapa Mensal de Presenças.
E foi aos poucos, aos pouquinhos, um dia de cada vez, que cada um de nós aprendeu a encontrar a sua linha e a lá deixar a sua marca, fosse ela qual fosse, com um lápis de carvão...

  • Os mais crescidos (4 e 5 anos) já conseguem fazer o P de Presença e até o F de Falta (mas esse quase não tem Feito Falta, pois não temos Faltado ;-)
  • Os mais pequeninos (2 e 3 anos) começaram a garatujar a sua marca no espaço destinado a esse efeito em cada dia...
E hoje que o mês terminou, o nosso Mapa ficou assim:
Amanhã começaremos um novo, referente ao novo mês de outubro!

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

É sexta feira... yeah ;-)

... a terminar mais uma semana cheia... yeah!
Mais um dia cheio, no fim da segunda semana de atividades: 
De música, de palavras, de chuva e de sono, de ideias e de brincadeira!
Começamos pela música
Ao longo destes dias temos vindo a cantar a canção de bom dia que aprendemos na atividade de articulação de receção a todos os meninos e meninas cá da escola. 
Foi uma boa forma de memorizarmos rapidamente os nomes de todos os amigos novos, pois cantávamos a um de cada vez, com ajuda do macaco Matias. 
Claro que também cantávamos à Juca, à Guga (a tartaruga), à Celeste (se estivesse na sala na altura) e ao próprio Matias!
Não acreditam? Então oiçam a gravação que fizemos:
E ele bem que gostava, pois fartava-se de dançar e bater palminhas!
Por falar no Matias, hoje foi de fim de semana com a Leonor... parece que avó tem jeito para a costura e ele estava a precisar de um "curativo na barriga" por tantas solicitações...
Pois, mas voltando ao assunto, agora já estamos a ficar um bocadinho cansados de repetir a mesma canção tantas vezes todos os dias e decidimos que, a partir de segunda-feira, vamos arranjar uma nova!

Continuamos pelas palavras:
Brincamos muito com as palavras e conseguimos memorizar uma lengalenga muito divertida, "Os 5 macaquinhos".´
E gostamos muito dos vídeos dela em inglês, não nos cansávamos de ver um, e outro, e outro... eram bem divertidos!

Depois veio a chuva e o sono:
Foi logo depois de almoço, começou a chover muito, muito e logo que chegamos à sala do prolongamento, alguns dos pequenitos "apagaram" ;-) e foi um soninho bem saboroso!
Sabiam que um dos segredos para as crianças aprenderem melhor está na sesta? Leiam mais aqui.

Finalmente ideias e brincadeira:
Enquanto uns exploravam as áreas brincando, outros punham ideias em prática!
A Anita achou que podíamos fazer medalhas com a luzinha acesa e apagada e fomos para a área dos projetos tratar de inventar como fazê-lo. 
Exploramos os materiais de desperdício que tínhamos à disposição e pusemos mãos à obra:
Selecionar as cores e amassar (com os pés!) cápsulas de café,  contornar o molde e recortar corações de cartolina, decidir como fazer para segurar a medalha e que fitas usar para decorar a parte de baixo... foi uma animação, que envolveu grandes, médios e pequenos!
Mas valeu a pena, algumas medalhas já estão prontas!
Para o que irão servir, depois pensamos ;-) ainda não chegamos aí! Temos muitas medalhas para fazer ainda na próxima semana...

O que ficou por enquanto "terminado" (entre aspas, pois pode ser constantemente acrescentado, conforme forem surgindo novas situações) foi o nosso Quadro de Regras:
E não é que tem mesmo dois corações, um com luzinha acesa e outro apagada?
Ficou fixe... agora é só pô-lo em prática e na próxima semana já vamos fazê-lo.
Esperamos que haja muitos fixes contentes...
Bom fim de semana para todos!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Luzinhas nos corações!

A pedido de alguns meninos mais crescidos, que de tal sentiram necessidade, hoje começamos o dia com uma história especial... 
Não foi a versão normal, mas uma simplificada, por causa dos mais pequenitos, da famosa história Luzinha do Coração, que há cinco anos tem acompanhado todos os meninos que passam na Sala Fixe. É esta aqui, já disponível também no PRÉ Histórias:


Procura funcionar como um regulador emocional,  promovendo o desenvolvimento da capacidade de auto-regulação, ajudando assim na construção social da moralidade de crianças pequenas. Veremos se consegue!

Estivemos bem atentos, num escurinho de cinema, voltados para o monitor do computador... e no final conseguimos identificar alguns comportamentos que fazem a luzinha do coração ficar bem acesa e brilhante e outros que, pelo contrário, a fazem apagar-se, deixando o nosso coração escuro e triste.

Usamos esses mesmos exemplos para começar a construir o nosso Quadro de Regras...
... ainda não está pronto e irá sendo completado à medida em que forem surgindo "coisas boas" (que acendem a luzinha do nosso coração) e "coisas más" (que a apagam).

Mas, entretanto, pela sala a brincadeira manteve-se...
Os mais novos continuaram em ação, pintando, desenhando e descobrindo novas formas de utilizar as áreas e os materiais ;-)

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Nas nuvens...

Hoje o dia amanheceu assim... nublado.
Nós observamos isso mesmo e na conversa da reunião da manhã fizemos algumas deduções:
- Está a chover porque chegou o Outono.
- O céu não está azul, tem nuvens!
- As nuvens trazem a chuva lá dentro...
- E a neve, que vai chegar com o Pai Natal!

Porque é a partir do olhar que conhecemos o mundo... tal como nos diz Rubem Alves:
E podemos construí-lo a partir daquilo que observamos e que faz sentido para nós!

Por tudo isto, hoje veio a propósito fazermos uma coisa diferente (para os meninos novos):
- É uma experiência professora?
- Não, é um bolo!
- Mas não tem ovos...
- E tem daquilo de pôr no rabinho dos bebés... não, não é para comer!

Pois não, não é para comer, vamos fazer Massinha de Nuvens! 
Eis a receita em fotos (fonte) e também registada pela Leonor em desenho:


8 copos de farinha, 1 copo (mais um bocadinho) de óleo de bebé, um bocadinho de água (para ajudar a ligar) e umas gotinhas de sabonete líquido. 
Misturar muito bem com as mãos, até despegar. 
Ficou cheirosa, escorregadia e fofinha... e deixou as nossas mãos brilhantes!

E depois foi assim:
Amanhã as explorações continuam...

Na Sala Fixe é assim...

Estas são (para já...) as áreas de atividade da nossa sala:



Aqui fazemos muitas coisas todos os dias...
Gostamos de observar a Guga no seu aquário e de tratar dela todos os dias...
Fazemos pinturas com pincéis no cavalete...
Vemos livros na biblioteca: - Olha o lobo mau... está aqui!

Fazemos desenhos... - Professora põe um lacinho para levar para a mãe!
Trabalhamos e ajudamos a criar os nossos quadros de responsabilidade...
Fazemos os primeiros projetos - os grandes fizeram binóculos e os pequenos imitaram...
Descansamos... quando o sono e o cansaço são mais fortes do que nós.

Os nossos primeiros projetos...
Os nossos primeiros amigos: o Matias, a Carochinha/João Ratão e o ursinho do coração...
As nossas primeiras pinturas...
E também as primeiras saudades dos fixes do ano passado, que estão agora no 1º ano e que vêm encostar o nariz à janela sempre que estão no intervalo da manhã ;-)

Soubemos hoje pela prof. Florbela que a sala do 1º ano já tem nome: é a Sala dos Amigos Fixes, pois lá estão meninos que eram da Sala Fixe e outros que eram da Sala dos Amigos!
Que boa ideia!

E a este propósito (embora um bocadinho atrasada) esta música é dedicada a todas as 4 "gerações de fixes", mas principalmente aos 10 que iniciaram este ano o seu percurso escolar:


Estamos por aqui, quando quiserem matar saudades

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Acerca dos quadros de responsabilidade...

Pouco a pouco, vamos organizando o nosso espaço e o nosso tempo...
Por isso estamos a introduzir, um de cada vez, os quadros de responsabilidade, cuja fundamentação científico pedagógica encontra as suas raízes no Modelo Pedagógico da Escola Moderna Portuguesa (MEM), donde retiramos alguns excertos:

Porque consideramos o jardim de infância "um espaço de iniciação às práticas de cooperação e de solidariedade de uma vida democrática (...) os educandos deverão criar com os seus educadores as condições materiais, afetivas e sociais para que, em comum, possam organizar um ambiente institucional capaz de ajudar cada um a apropriar-se dos conhecimentos, dos processos e dos valores morais e estéticos gerados pela humanidade no seu percurso histórico-cultural".

"É no envolvimento e na organização construídas paritariamente, em comunidade cultural e formativa, que se reconstituem, se recriam e se produzem os instrumentos (intelectuais e materiais), os objetos de cultura, os saberes e as técnicas através de processos de cooperação e de interajuda (todos ensinam e aprendem). Assim se caminha, por negociação progressiva, desde o planeamento à partilha das responsabilidades e da regulação/avaliação"

"É através de um sistema de organização cooperada que as decisões sobre as atividades, os meios, os tempos, as responsabilidades e a sua regulação se partilham em negociação progressiva e direta e que o treino democrático se processa de maneira explícita"
(In: Modelos Curriculares para a Educação de Infância, Sérgio Niza)

Mas voltemos aos nossos quadros...
O primeiro que começamos a utilizar, a pedido dos meninos grandes, foi o Quadro de Tarefas, uma tabela de entrada simples horizontal (que funciona sobre um quadro de pregas) onde, a cada imagem de uma tarefa, correspondem as fotos das crianças que a irão realizar, sempre a pares (e, neste início de ano letivo, padrinhos/madrinhas com os seus/suas afilhados(/afilhadas)

Logo de seguida iniciamos o preenchimento diário do Mapa Mensal de Presenças e Faltas, onde temos que deixar em cada dia um sinal da nossa presença ;-) 
Trata-se de uma tabela de dupla entrada, com linhas onde estão os nossos nomes, do mais velho ao mais novinho, escritos de forma diferenciada conforme as idades:
  • Os meninos grandes (que fazem 5 anos até dezembro) têm o nome escrito em letra manuscrita;
  • Os meninos médios (que fazem 4 anos até dezembro) têm o seu nome escrito em letra impressa e maiúscula;
  • Os meninos pequenos (que fazem 3 anos até dezembro) têm o seu nome escrito em letra impressa e maiúscula e a sua foto.
Assim todos sabem encontrar quase sem ajuda a sua linha, e é para isso que trabalhamos, para sermos cada vez mais autónomos!
Os meninos grandes e médios já conseguem fazer um P para Presença e um F para Falta e os meninos pequenos, para já,  deixam a sua marca, na interseção entre a sua linha e a coluna com a data do dia (claro que a professora ajuda, para já...). Como estamos ainda a começar, utilizamos o lápis de grafite, assim se nos enganarmos podemos apagar:

Entretanto, para ajudar os mais pequeninos, elaboramos um Quadro complementar, de Presentes e Ausentes... onde se regista de forma visualmente mais simples e de mais fácil leitura, quem veio ao jardim e quem ficou em casa. Foi decorado por alguns dos meninos grandes e permite a contagem de quantos estão na sala (presentes) e de quantos não estão (ausentes) e a colocação dos números respetivos.

Já tínhamos mostrado o Quadro de Padrinhos e Afilhados, que funciona por correspondência termo a termo: a cada menino(a) grande ou médio (padrinho/madrinha) corresponde um(a) menino(a) pequeno(a) (afilhado(a). 
ligação é feita através de um elástico colocado entre dois sinalizadores, por isso é facilmente alterável, o que pode acontecer sempre que os padrinhos/madrinhas não sejam bons exemplos para os seus protegidos...

Não vamos ficar por aqui... à medida que forem surgindo, iremos mostrando como são e para que servem os nossos quadros de responsabilidade. Para que percebam melhor o que estamos aqui a fazer ;-)

Para conhecer melhor este tipo de dinâmicas, que pretende promover a gestão democrática do grupo, o desenvolvimento da autonomia, da independência pessoal e da responsabilidade, podem ler ainda esta postagem de um ano anterior, pois a fundamentação mantém-se.

E se restarem dúvidas, perguntem à professora, que ela tentará esclarecer!

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Caminhando...

Entramos na segunda semana... e na educação de crianças pequenas, como em muitas outras coisas na vida, “o caminho faz-se caminhando” como diz Fernando Pessoa. 
E faz-se caminhando, porque não há um caminho pré-definido, este só se faz ao caminhar:


E nós caminharemos a partir daquilo que somos e sabemos, enriquecendo-nos à medida que avançamos e havemos de chegar até onde conseguirmos, fazendo o melhor que pudermos!

Iniciamos este dia com o regresso do Matias, trazido da viagem de fim de semana pelo entusiasmado André L., que o entregou logo, dizendo com toda a responsabilidade:
 - "Sola, caco!" (professora, aqui está o macaco!)
Só não conseguimos foi saber mais pormenores sobre como decorreu a visita ;-) mas se os papás quiserem, podem contar!

Começamos hoje também a marcar as presenças no Quadro de Presenças, que é mensal, e onde assinalamos a nossa presença com um P (quem já consegue) ou com outra marca qualquer (X +, risco... no caso dos mais pequenitos).

Conversamos sobre o Outono que chegou ontem e registaram-se algumas conceções:
- É quando o Verão vai embora...
- Caem as folhas das árvores!
- E as bolotas também caem...
- E aquelas coisas com picos... os ouriços!
- Faz-se a festa das castanhas!
- O tempo fica mais frio e o sol mais fraquinho.
- E vêm a lua e as estrelas... mas só de noite!
- Vestimos roupas de mangas compridas e calças porque faz mais frio.
- O céu fica cinzento, às vezes chove e faz vento.
Tantas coisas que já sabemos sobre a estação do ano que acabou de chegar!

Já executamos algumas tarefas (determinadas no Quadro de Tarefas que depois mostraremos) em pares de padrinhos e afilhados, pois assim os mais velhos tornam-se mais solidários e os mais pequenos aprendem a desempenhá-las como deve ser!
Distribuição das mochilas para o lanche - Duarte padrinho e Miguel B. afilhado

Depois fomos para as áreas da sala... e os mais pequenitos descobriram e entusiasmaram-se com a pintura! Foi contagiante... temos cá uns verdadeiros artistas:

Entretanto, alguns dos mais velhos ocuparam-se, na área dos projetos, na construção de um outro quadro onde, em cada dia, iremos assinalar e contar quem veio ao jardim e quem ficou em casa:
Ainda não está pronto... amanhã tentaremos mostrar-vos os quadros de responsabilidade que já temos na Sala Fixe, para que percebem melhor do que estamos a falar...

Não se esqueçam que amanhã é dia de tirarmos fotografias, daquelas mesmo, mesmo giras!
Vai ser uma manhã loooonga.... ;-) por isso temos que chegar bem dispostos.
Toca a ir para a caminha cedo, para repor as energias e os sorrisos :D

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Dia #4 - instantâneos

Esta foi uma semana intensa, de mudanças e adaptações para todos, grandes e pequenos.
Com algum cansaço acumulado ficam, apenas, alguns instantâneos deste dia, em forma de imagens:


E também instantâneos em forma de palavras, ou melhor de perguntas, de muitas perguntas!

- Professora, porque é que temos que vir à escola todos os dias?
- Porque a semana tem cinco dias para trabalhar e só dois para descansar...
- Professora e porque é que são assim muitos, tantos, os dias da escola?
(pois... no final da primeira semana, até tem alguma razão!)


- Olha, deitaram canetas para o recreio! Porquê? 
(um carro que passou em campanha eleitoral)
- Porque os senhores estão a fazer campanha, querem que votem neles.
- E o que é votem neles?
- Votar é escolher. Por exemplo, quando temos duas coisas e só podemos ficar com uma, temos que escolher.
- Mas eu escolho as coisas sem votar... 
- Olha, e tu viste eles a deitarem as canetas?
- Eu não...
- Porquê?
- Não estava aqui fora, estava lá dentro a almoçar.
- Porquê?

- Professora dá colinho!
- Só um bocadinho, porque está muito calor!
- Mas eu quero colo! 
- E eu tenho muito calor e com tantos meninos a querer vir para o colo, fico a transpirar!
- Porque é que o calor faz cair os totós (do cabelo)?

De tarde houve tempo para contar, tal como prometido, a História do Capuchinho Vermelho (mas o livro tem lá dentro um lobo mau, muito assustador para alguns de nós) e ainda decidimos levar o nosso amigo Matias para casa no fim de semana, para não ficar triste por estar sozinho na sala. Começamos pelo mais pequenino da sala, o André L., que o levou, todo contente! No próximo fim de semana será a vez de outro de nós o levar... mas temos que o tratar bem e voltar a trazê-lo segunda-feira!
Bom fim de semana, descansem muito...  deixem-nos descansar também!

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Dia #3

O período de adaptação continua e, como em tudo na vida, há altos e baixos!

Por acaso não têm acontecido baixos na Sala Fixe, pois mesmo os nossos novos fixes, oito deles ainda muito pequenitos, têm chegado bem dispostos, despedem-se sem dramas e mantêm-se durante o dia bastante tranquilos e a absorver como esponjinhas tudo o que vão observando e vivendo nesta nova fase das suas vidas!

São as primeiras rotinas diárias, as primeiras regras (o que se pode e não se pode fazer), as primeiras amizades entre pares, as primeiras partilhas de brinquedos e, também, as primeiras disputas e pequenos conflitos... não é fácil para ninguém, por isso pais, compreendam os vossos filhotes e reforcem o seu tempo de descanso, pois bem precisam!

Hoje houve apenas duas choraminguices na hora de chegada, já que os olhinhos ensonados preferiam ter ficado na cama do que vir para o jardim... acontece, mas depressa passou!
O A. L. estava um bocadinho mal disposto, mas quando se apercebeu que a Guga não gosta de barulho, porque lhe faz mal à cabecinha, logo se recompôs, ajudou a dar-lhe o pequeno-almoço, viu-a a comer tudo e logo se foi sentar para a reunião do grupo.
Já a L., entrou bem disposta na sala, sentou-se, mas depois deram-lhe assim de repente algumas saudades da mãe... nada que um colinho da professora não resolvesse! 

Só tivemos foi que alterar o plano da manhã, porque íamos preparar tintas e fazer carimbagem de mãos, mas só com um adulto na sala e com uma menina no colo não dava jeito nenhum ;-)
Adiamos a atividade para depois do lanche, altura em que já temos a ajuda da Lídia e substituímos por um jogo de escondidas: os meninos pequenos foram às diversas áreas da sala buscar 5 objetos diferentes. A seguir tínhamos que fechar os olhinhos (alguns eram um bocado batoteiros!) e a professora escondia um deles. Depois era só descobrir o que faltava! Alguns revelaram-se logo muito perspicazes e respondiam logo; outros nem tanto, precisam ainda de apurar a atenção... ou de espantar o sono!

A carimbagem aconteceu mais tarde e foi um momento do agrado de todos:
- Faz cócegas!
- É para a mamã... eu vou dar à minha mamã!
E hoje todas as mamãs têm nos nossos vai-vens um presente!
Para que não sejam elas a ficar cheias de saudades quando os filhotes vêm para o jardim, tiveram também direito a um beijinho na mão!

De tarde, depois de brincar no parque, estivemos a ouvir a história do coelhinho branco, que a professora contou pelo livro... era tempo de relaxar!
Os mais velhinhos sentados e os mais novinhos (só os que quiseram) deitados no espaço de descanso que criamos no meio da mesa grande, com um colchão e várias almofadas vindas da casa de cada um. O A. L. aproveitou bem o tempo... com um rico soninho! 

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Dia #2

O segundo dia completo, foi um dia completamente diferente,  muito mais calmo!
Chegamos bem dispostos, todos, como convém logo pela manhã e sentamo-nos ao redor da mesa grande para fazer a reunião... a professora nem teve que dizer nada ;-)
Algumas (poucas ainda) rotinas se seguiram:
  • Cantamos os bons dias com o Matias (o nosso macaquinho-fantoche) e com a canção que aprendemos ontem. Ele cumprimentou cada um de nós com um passou-bem!
  • Contamos os presentes, eram 16, porque continua a não haver ausentes...
  • Apresentamos formalmente a Guga, a nossa tartaruga, ao grande grupo e aprendemos algumas coisas importantes acerca dela: que não lhe devemos pôr a mão, que temos que lhe deitar comida uma vez por dia e que não devemos deitar mais nada (além da comida) dentro do aquário, para que ela possa continuar a viver connosco feliz e contente!
Depois tomamos uma decisão: escolhemos uma atividade de grande grupo, entre duas opções - uma história ou uma dança?
A maioria votou na história (embora isto de aprender a votar ainda esteja a começar para os novos fixes) e foi isso que fizemos, combinando que a dança ficaria para a tarde...

E a história foi esta aqui:
Não que estivéssemos necessitados deste reforço mas, mesmo assim, todos estiveram muito atentos e gostaram desta experiência de "cinema" no "escuro" (com as luzes apagadas)
Os mais crescidos recontaram e representaram em desenho e os mais pequeninos conseguiram já identificar as personagens principais: o menino e a mãe!
Amanhã vamos dar continuidade a este assunto.

Depois lanchamos, brincamos e trabalhamos nas áreas da nossa escolha...
Fizemos o Quadro dos Padrinhos e Afilhados, um registo muito necessário ao nosso dia a dia...
Preparamos os vai-vens para levar os recados para casa...
Etiquetamos os nossos cabides, para cada um saber qual é o seu lugar de pendurar o casaco...
Almoçamos, brincamos no parque...
Para começo, foi um dia muito produtivo!

E terminamos a dançar... que foi o que todos mais gostaram!
Como estamos em maré de macaquices, por causa do nosso amigo Matias, aprendemos a dança do macaco brincalhão, esta aqui:


Agora já podemos ensaiar em casa também!
Sim, porque hoje foi só um ensaio... mas assim divertido:
video
O video tem muita turbulência, pois não é nada fácil filmar e dançar ao mesmo tempo ;-)
Até amanhã!

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Um dia longo e muuuuito preenchido!

(Se calhar até demais, para alguns dos pequenitos! ;-)
Começamos o dia (recordando ou) aprendendo a sentar-nos ao redor da mesa grande, para fazermos a reunião da manhã. Esta é uma altura muito importante do dia, pois é tempo de que conversarmos, marcarmos as presenças (hoje estavam cá todos!) cantarmos o bom dia a toda a gente e combinarmos como vai ser passado o nosso tempo.

Conhecemos um novo amigo, um macaquinho roxo que nos veio fazer companhia e escolhemos um nome para ele, foi a nossa primeira decisão em grupo e por votação! 
Entre Macaquinho Roxo e Matias, ganhou este último, com 9 votos. 
E o nosso Matias foi muito bem-educado e logo cumprimentou os meninos e meninas todos, um de cada vez! Nós gostamos muito de o conhecer e fomos logo buscar-lhe uma banana...

Também fizemos outra coisa importante: o apadrinhamento, ou seja, a distribuição dos mais novos da sala (que são os afilhados) pelos mais velhos da sala (que são os padrinhos), mas primeiro combinamos que as meninas seriam madrinhas de outras meninas e os meninos seriam padrinhos de outros meninos. 
Sabem porquê?
Porque uma das coisas em que os padrinhos ajudam os afilhados, principalmente neste início de ano, é nas deslocações à casa de banho. Assim será melhor porque só vão meninas ao WC das meninas e rapazes ao WC dos rapazes... evitamos confusões!
Então, aqui fica o resultado desta nossa segunda  decisão:

O MATEUS é padrinho do GUSTAVO
A BEATRIZ é madrinha da MARIA JOÃO
A LEONOR é madrinha da ARIANA
A ANITA é madrinha da LUCIANA
O ANDRÉ M. é padrinho do RUI
O DUARTE é padrinho do MIGUEL B.
O MIGUEL P. é padrinho do ANDRÉ L.
e a MARIA é madrinha da SOFIA.
Agora temos padrinhos em casa e na escola ;-)

Ufa, estas decisões importantes são cansativas e fazem muuuita fome, por isso paramos para lanchar. Olhem só que bem comportados estamos!

De seguida fomos até à sala de TIC, onde nos encontramos com todos os outros companheiros de todos os anos da nossa escola!
Juntos cantamos novamente o bom dia, desta vez mesmo a toda a gente, com música e uma apresentação PPT a ajudar, onde estavam os nomes todos por ordem alfabética. 
As pessoas com esse nome tinham que se levantar e os batimentos iam mudando: palmas, estalinhos com os dedos ou com a língua e batimentos com o pé... foi muito divertido e todos ficaram a conhecer-se melhor!
Foi uma atividade intensa, de tal forma que houve quem não resistisse a tanto ritmo sentadinha... ;-)
video

Partimos então para a preparação da fruta para a sobremesa, atividade que contou com a colaboração da Associação de Pais e das senhoras cozinheiras e que se fez por grupos: uvas e bananas foram preparadas pelas crianças do jardim e laranjas, pêras e maçãs pelas do primeiro ciclo. No final tínhamos uma bela salada de fruta!
Depois de um xixi e da lavagem das mãos, voltamos à cantina pois era hora de almoçar!
E mais uma vez todos se comportaram à altura, ou não fosse esta a mesa dos fixes!

Chegou o tempo de recreio no exterior, todos estavam ansiosos por experimentar o parque!

Ainda tiramos uma foto coletiva, da gente do futuro de Vila Franca!

E, para terminar um dia que já ia longo: 
Caça ao Tesouro, uma atividade de orientação, por equipas, com todas as idades. 
Tínhamos que percorrer um trajeto assinalado num mapa e em cada estação escutar a uma adivinha e carimbar a respetiva resposta. 
Ao chegar ao final, andar 13 passos em direção a determinada árvore e encontrar... o tesouro!
Mas o que é isso de tesouro?
- São moedas, moedas de ouro! Muitas!
E não é que eram mesmo?
Mas das docinhas... de chocolate!

Era hora de terminar o nosso primeiro dia completo... mesmo completo!
Terminou com uma surpresa...
Era uma mochila com um kit de sobrevivência para o primeiro dia...  mas nem chegou a fazer falta, pois não houve lágrimas, nem ninguém precisou de um chupa-chupa, de um balão ou de um fixe de comer e chorar por mais!
Então até amanhã... 
Por agora todos precisamos mesmo de descansar...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

E hoje foi mesmo 5*****

Porque a nossa sala reluziu com "o brilho dos inícios"!
Não, não era o brilho de lágrimas... era o brilho de olhinhos curiosos e de dentinhos sorridentes (embora uns mais do que outros ;-)
Não acreditam?
Então espreitem só um bocadinho do momento do lanche:
Hoje não deu tempo para tirar muitas fotos... entre os pais e os filhos, a nossa educadora não teve mesmo tempo para mais (de tal maneira que até se esqueceu de entregar a surpresa que tinha preparada para nós, mas fica para amanhã!)

Amanhã teremos um novo dia e já a tempo inteiro... 
Mas hoje foi um dia 5***** muito calmo e tranquilo.

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos