Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Ciência em projeto

Nasceu assim, de repente, no meio de uma conversa no final da semana que passou...
Chovia, como tanto tem chovido, e ao redor da mesa grande, as palavras - como às vezes acontece - amontoavam-se e sobrepunham-se.

Então o André M. disse:
-  A chuva vem de um avião grande que está no Porto, passa lá em cima e deixa-a cair!
A Leonor ficou muito surpreendida... e logo respondeu:
- Então tu achas que o avião tem assim um balde gigante é? Já viste algum balde assim gigante? E quando a água cai dos aviões (nos incêndios) não cai às pinguinhas, como a chuva, cai assim "toda junta"! Só se o balde tivesse buraquinhos...
O Miguel B. e vários outros também não concordaram com o André M. e deram outra opinião:
- O avião não pode estar em toda a parte ao mesmo tempo e, às vezes, chove em toda a parte!
- Eu acho que a chuva vem das nuvens que estão no céu! Quando chove há sempre nuvens no céu...
- E às vezes há trovoada, é o Jesus que manda!
Estavam tão atentos e interessados em torno da conversa, que lhes propus fazermos as perguntas certas (relativas às nossas dúvidas) e procurarmos as respostas.

Assim ficou o registo deste nosso primeiro projetoNele colocamos o que já sabemos sobre o assunto, o que queremos saber, como vamos descobrir e o que vamos fazer... para já, porque este é um registo aberto. Algumas ideias são espantosas ;-)


Hoje retomamos o assunto, com mais algumas informações vindas de casa...
A Leonor conversou com a mãe sobre o assunto e chegou à conclusão que:
- A chuva cai das nuvens porque elas juntam-se e espremem-se e as gotas caem.

Mas, como todas as segundas-feiras depois do Bom dia e das novidades, era hora da história!
E, mesmo de propósito, a professora trouxe mais uma PRÉ História da Matilde:

Vimos e revimos, contamos e recontamos... e chegamos à conclusão que a história nos ensinava muitas coisas! 
As respostas às perguntas que nos intrigavam estavam escondidas na história de ontem... foi preciso estar atento e extrair da história a informação que era relevante... e nós soubemos fazê-lo! Era o que os mais crescidos iriam passar para o papel ao fazer os registos gráficos:






Também observamos imagens da água na Natureza, nas suas diversas formas, reparamos nas diferenças entre o mar, o rio, o lago e a cascata, a neve, a chuva e o granizo...

E percebemos que a água tem caraterísticas importantes:
  • Não tem cor, é incolor (mas pode refletir a cor das coisas à sua volta: mar azul/céu)
  • Não tem cheiro, é inodora;
  • Não tem sabor, é insípida.
Alguém se lembrou que a água pode ter sabor, se lhe misturarmos alguma coisa, sal por exemplo, e foi o que fizemos. Notamos que a cor e o cheiro não mudaram.

Também reparamos que a água pode existir de três maneiras (em três estados) diferentes:
  • Líquido (a água que bebemos)
  • Sólido (a neve, o granizo, o gelo)
  • Gasoso (o vapor de água)
Então pensamos como poderíamos alterar o estado da água líquida que tínhamos na sala e realizamos mais uma experiência:  Colocamos água em 3 taças iguais:
  • Uma delas ficou em cima da mesa, à temperatura normal; 
  • Outra foi para cima do radiador, por sugestão do Miguel P., para se expôr ao calor; 
  • A última taça foi para a arca frigorífica da cantina, para ficar exposta ao frio.
Registamos assim as nossas 4 experiências e amanhã vamos observar os resultados:

Não sem antes termos conversado para conhecer as ideias prévias: O que irá acontecer?
  • A água que foi para a arca vai ficar dura, em gelo...
  • A água que foi para o radiador vai ficar quente...
  • A água em cima da mesa vai ficar igual...
Tal como diz a brochura "Despertar para a Ciência: atividades dos 3 aos 6" DGIDC, 2009:

"As crianças constroem explicações a partir de variadas experiências familiares e escolares. Os adultos dos seus contextos próximos deverão proporcionar-lhes situações diversificadas de aprendizagem, para exploração de questões e fenómenos que lhes são familiares, aumentando a sua compreensão do real"

1 comentário:

Rosa Alves disse...

Mas que projeto fixe, que vocês começaram. Sabem, nós também andamos às voltas com a chuva, o gelo e o frio. Hoje, também estava previsto falarmos e vivenciarmos a "evaporação" e a "condensação". Só que, estávamos reduzidos a metade, pelo que vamos aguardar que os "doentes responsáveis" pelo projeto regressem para continuarmos. Até lá, vamos seguindo as vossas descobertas. Ok? Peçam ao "Pai Natal, que anda lá por cima", para nos ajudar também. Boas investigações, e beijinhos triquiteiros.

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos