Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Do bolo-rei... às "pizzas"

Pizzas não comestíveis... pizzas contáveis!
Foi assim o jogo matemático que hoje fizemos: depois de partidas às fatias, os meninos mais crescidos conseguiram reconstruir as pizzas de acordo com os números, de 1 a 10.
Cada pizza era composta por 4 partes, ou seja, 4 fatias: uma tinha o algarismo, outra as pintas correspondentes, a outra igual quantidade de tracinhos e, finalmente, a última fatia tinha o mesmo número de objetos.
Depois do jogo em conjunto passamos à concretização individual: hoje só reconstruímos 3 ou 4 pizzas cada um; mas ainda faltam as restantes, até ao número 10!
Todos se mantiveram empenhados e conseguiram atingir os objetivos: trabalhar o sentido numérico, a sequência numérica até 10, identificar os algarismos e associá-los à quantidade correspondente. 
Mas também trabalhamos outros aspetos não matemáticos: a motricidade fina (na precisão do manejo da tesoura para recorte das peças) e noções espaciais (na colocação e colagem das mesmas na folha, pois os 4 quartos da pizza tinham que encaixar direitinho uns nos outros e na folha teriam que caber 2 pizzas, pelo que deveríamos ocupar o espaço disponível de forma adequada).

De manhã abrimos a caixinha das surpresas e conhecemos uma ampulheta com um líquido azul dentro. A propósito conversamos sobre outro conceito matemático: os instrumentos de medida e verificamos que já conhecemos alguns: 
  • a fita métrica, que mede o tamanho dos meninos; 
  • a balança de chão, que mede o peso dos meninos; 
  • a balança da cozinha ou o copo medidor, que pesam os ingredientes dos bolos; 
  • o relógio, que mede o tempo ;
  • o termómetro, que mede a temperatura do corpo
E hoje ficamos a saber que a ampulheta também mede o tempo, mas pouquinho, não mede horas. Alguns meninos já conheciam a ampulheta de areia... e hoje usámo-la para tudo e mais alguma coisa: para ver quantas voltas dava até acabarmos a fruta do lanche, por exemplo!

Também continuamos a elaborar as nossas coroas de Reis, já escolhemos a canção das Janeiras e estamos a inventar maracas para a acompanhar! Depois mostramos...
Tudo isto em paralelo com as autoavaliações e a preparação dos Portefólios!

Ufa e ainda há quem ache que o Jardim de Infância "só serve para brincar"... ?


1 comentário:

Ofélia disse...

Serve para brincar e para aprender muitas coisas. É uma canseira! Mas quando chega ao fim do dia há muitos meninos que dizem Oh... na hora de ir embora. bj

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos