Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Maracas: materiais e sons

Neste início de janeiro manda a tradição que se "cantem as janeiras", ou "os reis" e nós temos andado a tratar disso... já escolhemos a canção, ensaiamos com os nossos companheiros das outras salas e já temos as nossas coroas quase concluídas (depois falaremos disso).

Para acompanhar a música, a professora das AEC's sugeriu que usássemos bombos para o refrão, mas essa tarefa ficou destinada aos meninos mais crescidos, porque os pequenitos ainda têm dificuldade em tocar com o ritmo certo... 
Como  alternativa, as maracas foram a ideia que reuniu mais adeptos entre a pequenada!
Então começamos a pensar em como podíamos fazer maracas com os materiais que temos na sala... e o que é certo, é que já conseguimos!
Fizemos e decoramos a nosso gosto várias maracas diferentes, usando diversos materiais: 
  • Os recipientes foram garrafas de iogurte, cápsulas de café, copos de suissinho, caixas de plástico, e embalagens de pudim (metálicas)
  • Os materiais para chocalhar escolhidos foram areia, pevides de fruta, tampas plásticas, cápsulas de café, arroz, massa cotovelo, massa esparguete e feijão. Mas, se o tempo deixar, queremos apanhar pedrinhas e paus lá fora!
Depois de feitas as maracas experimentámo-las! 
Tocam muito bem e permitiram que descobríssemos uma coisa interessante: os sons que produzem são diferentes, conforme os materiais utilizados. 

Por isso fizemos um jogo de reconhecimento e discriminação de sons: a professora tocava a maraca atrás das costas e nós tentávamos adivinhar quais os materiais da maraca.
Não é fácil... há sons que são parecidos, querem ouvir?
Então aqui ficam, escutem com muita atenção:















Para terminar... esta atividade de elaboração de maracas abriu novas possibilidades à brincadeira de faz-de-conta... a massa e o feijão foram um sucesso!
E bem depressa grandes e pequenos transformaram a área dos projetos numa verdadeira cozinha ;-)
No final apanhamos tudo o que caiu ao chão (cada feijãozinho)... não que por cá, quem desarruma, arruma!

Sem comentários:

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos