Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Avaliar, ser avaliado e auto-avaliar-se

Iniciamos ontem e hoje continuamos a nossa auto-avaliação... 
Na verdade, e de acordo com as Orientações Curriculares, a avaliação na Educação Pré-Escolar assume uma dimensão marcadamente formativa,  desenvolvendo-se num processo contínuo e interpretativo que procura tornar a criança protagonista da sua aprendizagem, de modo a que vá tomando consciência do que já conseguiu, das dificuldades que vai tendo e como as vai ultrapassando:

"Avaliar o processo e os efeitos implica tomar consciência da ação (...) 
avaliar com as crianças é uma atividade educativa"

Por isso é importante que a criança se auto-avalie, ou seja, reflita sobre a forma como fez, o que aprendeu, o que poderia ter feito, o que já consegue fazer ou as dificuldades que ainda sente... e isso é feito individualmente, com apoio de um adulto, a professora ou a Lídia.

Este é, portanto, mais um dos vários momentos de avaliação que temos na sala, alguns deles todos os dias, outros semanalmente e outros ainda uma vez por período: 
  • Quando em cada dia preenchemos o Diário estamos a relembrar O que fizemos, a avaliar O que gostamos e o que não gostamos e a planear O que queremos fazer.
  • Quando pensamos sobre o nosso dia, preenchendo com as medalhas o Quadro das Luzinhas do coração, estamos a avaliar sobre o nosso desempenho e comportamento.
  • Quando, no final da semana, distribuímos as produções individuais (desenhos, pinturas, colagens, projetos e outras) observando como são e a quem pertencem, estamos a avaliar a atenção, a concentração, a responsabilidade e a evolução de cada um.
  • Quando, no final de cada período, organizamos os nossos Portefólios com as produções que são representativas do modo como estamos a crescer (das nossas conquistas, dos degraus que vamos subindo na escala do desenvolvimento em todos os aspetos, mas também das dificuldades que vamos superando) estamos a avaliar-nos.
  • Quando revisitamos os Portefólios, apreciamos o que fazíamos antes e o que somos capazes de fazer agora, estamos a avaliar o nosso processo de desenvolvimento!
Usamos um instrumento diferenciado conforme as idades (3/4 anos e 5/6 anos), que inclui algumas questões a que devemos dar respostas refletidas e sinceras, assinalando com X o Sim (muitas vezes), o Mais ou Menos ou o Ainda não (conforme a opinião que temos acerca do nosso desempenho) e ainda 3 ou 4 questões abertas, de resposta livre.
Acresce, como complemento, um instrumento de concretização, onde cada um mostra o que vale ;-) em vários aspetos do currículo: representação gráfica, expressão artística, precisão de recorte, colagem e pintura, imaginação e criatividade, capacidade de contar histórias a partir de imagens, sentido de número e abordagem ao código escrito...
Tudo isto para além da avaliação descritiva realizada pela nossa educadora no final de cada período a que os nossos pais acedem através dos Portefólios, que vão para casa, para consulta e partilha em família. 
Como se pode ver, com a avaliação por aqui não se brinca!

1 comentário:

Educadora disse...

Ola Juca,

Concordo inteiramente com tudo o que dizes.
A tua pratica é-me inspiradora, faz-me refletir e recriar a minha. De ideias nascem novas ideias, mas isso não impede que não se mantenham os principios basicos de respeito e de etica.
Já utilizei fichas de auto avaliação tuas mas mantive em rodapé o teu nome. Frisei que era trabalho teu. Só assim aceito usar a partilha que fazes e que a todos enriquece.

Um abraço

Ana Barroca

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos