Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

sábado, 5 de julho de 2014

Montanha russa

Subimos a bordo desta montanha russa há 10 meses atrás... um pouco assustador ao princípio, nunca sabemos o que vai acontecer.
Alguns, mais crescidos e destemidos, porque já habituados a estas andanças (afinal era já a terceira vez, não havia lugar a receiosprocuraram os lugares da frente, tomaram a dianteira para apreciarem bem a panorâmica. 

Sentiam-se motivados, cheios de confiança, bem preparados e equipados para desfrutar desta última viagem. Mas também disponíveis, sempre com vontade de conhecer e ajudar (apadrinhando) todos os novos passageiros.

Alguns destes, precisamente por serem mais novos e por subirem a bordo pela primeira vez, sentiam-se inseguros, receosos daquilo que os esperava, os olhinhos e as mãos procurando proteção em adultos que ainda não conheciam, mas era o que estava mais à mão para os ajudar a sentirem-se seguros, a sentirem-se melhor.

Outros, pelos contrário, mesmo pequenos mas cheios de iniciativa e sem medos, irromperam no ímpeto de serem os primeiros a entrar, na vontade de querer fazer, de querer ver, de querer experimentar pela primeira vez!

E com todos juntos, bem sentados a bordo das carruagens, iniciou-se aos solavancos esta viagem na montanha russa! Mas só custou o arranque...

Subimos... no conhecimento uns dos outros, na capacidade de diálogo, na interação, na partilha (às vezes tão complicada...), na escuta, na negociação, na responsabilidade...

Curvamos...  em cada pequena zanga ou conflito, nas atitudes menos positivas que, às vezes, todos temos, nos obstáculos ou dificuldades que enfrentamos...

Descemos... no medo da separação, nos receios, na vergonha/timidez...

Voltamos a subir a pique... em à vontade, brincadeira, colaboração e aprendizagem...

Vibramos... com cada conquista, com cada sucesso, com cada objetivo atingido...

Curvamos de forma acentuada... em cada necessidade de atenção, em cada birra, em cada luzinha do coração a tremer...

A meio do percurso entraram mais duas passageiras, estas um pouco maiores (mas ainda aprendizes), que quiseram viajar connosco até ao final. 

Recebemo-las com agrado.
E a viagem tornou-se ainda mais rica, participada, alegre e emocionante.

A cada volta olhavam-nos os pais, que iam acenando e incentivando, captando imagens com os olhos e ouvidos sempre atentos durante percurso, acompanhando o que ia acontecendo...

E depois de voltas e mais voltas, o tempo esgotou-se e regressamos ao ponto de partida... contentes por conseguir completar o percurso, enriquecidos pela experiência, sentindo-nos muito mais corajosos, fortes, autónomos, crescidos!

Apesar de prolongada no tempo, sentimos esta viagem como rápida, intensa, desafiadora, interessante e emocionante... cheia de altos e baixos, afinal como é a vida! 
Terminou agora e apesar de alguns pequenos percalços, todos se mantiveram  firmes!
Os pais poderão testemunhar que, à chegada, os seus filhos concordaram numa mesma opinião: valeu a pena, foi FIXE!

4 comentários:

Sala Encarnada disse...

Bem escrito, revi-me nessa montanha russa.
Desejo-te boas e felizes férias! Mil beijinhos,
Leonor

Xinha disse...

Foi de certo uma viagem que não vão esquecer...
Beijinho Juca!

Rosa Alves disse...

Parabéns. Gostei muito deste texto.
Também foi FIXE, estar deste lado, e ver como se "mantiveram firmes".
Beijinhos Triquiteiros para todos, com votos de boas férias...merecidas!

Laura Rodrigues, Ed. disse...

Olá Juca!
Foi com certeza um ano muito bom. A partilha generosa que nos permitiu ver e rever os acontecimentos, foi espetacular, assim como esta última "história", que relata momentos da vida de todos nós. Maravilhoso!Mil beijinhos e por favor, não deixe nunca, de ser como é...excelente profissional!!

Laura e piratinhasnoji.blogspot.com

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos