Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

E ao terceiro dia...

Lágrimas por cá, continua a não haver :-D

Não estamos a contar com as de S. Pedro, essas que tanto têm caído do céu, bem gordas, nestes primeiros dias de escola :-( alternando com períodos de sol e algumas trovoadas.
Mas se S. Pedro quer brincar connosco, não faz mal, não podemos brincar lá fora, brincamos cá dentro!


Estamos ainda a matar saudades de quem já conhecíamos, a começar a conhecer os meninos novos e a deixar que tudo encaixe naturalmente, neste novo espaço-tempo em que estamos todos na companhia uns dos outros...

Hoje tivemos uma conversa muito importante logo pela manhã, na reunião do grande grupo, algo que já tinha surgido ontem: padrinhos e afilhados!
Ora o nosso grupo deste ano é formado por:
  • 3 crianças grandes/finalistas (dois rapazes e uma menina)
  • 9 crianças médias (cinco rapazes e quatro meninas)
  • 3 crianças pequeninas (dois rapazes e uma menina)
A primeira decisão foi rápida: 
- Há 3 grandes e 3 pequenos, os grandes são padrinhos dos pequenos! 
Ficou decidido, foi só distribuir de modo a que todos se dessem por satisfeitos.

O resto é que foi preciso negociar... logo percebemos que - alguém vai ficar sem par 
faltava era ver a quem calhava!

Ponderamos sobre o comportamento de um bom padrinho/madrinha: 
Deve ser alguém que sabe ajudar e que é um bom exemplo para o/a afilhado/a...
E então fizemos, de comum acordo, a distribuição. 
Todos ficaram satisfeitos, até o Gustavo, que ficou "despadrinhado"... 
Mas logo arranjou solução: - A minha madinha é a Tuca!

Ao atualizarmos o Quadro "Padrinhos e afilhados" faltava uma foto: 
- É a tua Juca! 
Mas a professora não tinha nenhuma ali à mão...
- Não faz mal... tiras uma selfie! 
Temos solução para tudo, por isso somos tão fixes ;-)

Depois pusemo-nos a brincar com o tempo... cantando.
A canção falava de chuva e aprendemo-la num instante, até os mais pequenitos!
A proposta seguinte, mais desafiadora, dirigiu-se aos mais crescidos que, depois de decifrarem a mensagem representada, ajudaram a completar o pictograma:
A propósito dos barquinhos de jornal da canção, realizamos a primeira experiência deste ano. O Miguel P. dizia que se puséssemos os barquinhos nas pocinhas, eles iam estragar-se, porque a água estraga o papel, que fica molhado e depois desfaz-se todo.
Então fizemos alguns barquinhos de jornal e lá foram eles para uma pocinha de faz-de-conta, feita numa bacia de plástico. 
Comparamos ao final do dia... - já estão melados, mas ainda não se desfizeram!

Claro que houve ainda muitas brincadeiras nas áreas, já que não foi possível ir lá fora... faz-de-conta, desenho, escrita do nome, jogos calmos, dobragens, de tudo um pouco.
Sempre com sorrisos nos lábios... e muita vontade de fazer e aprender!
Tanta que, por vezes, ficamos cansados e precisamos do nosso tempo de descanso ;-)
... que nos é concedido ter e aproveitar, sempre e enquanto dele precisarmos!
É mesmo uma solução mágica que recarrega sorrisos, boa-disposição e energia para terminar bem o dia!

1 comentário:

Rosa Alves disse...

Mas que bem. Conseguiram a o 3º dia introduzir uma estratégia para desenvolver a interajuda/cooperação; a responsabilidade e a partilha de tarefas necessárias à dinâmica da sala.É o que faz, ter poucos "fixes" novos.
Continuem!!!
Beijinhos Triquiteiros

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos