Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

O sonho de Pedro...

Bem cedo, de manhãzinha, chegamos à escola para apanhar o transporte que nos iria levar a Viana do Castelo, ao bonito Teatro de Sá de Miranda...
Fomos assistir, como tem sido hábito nos últimos anos,  a mais uma peça levada à cena pelo Centro Dramático de Viana - Teatro de Noroeste, inspirada na vida e obra do artista António Pedro, autor do célebre “Protopoema da Serra D’Arga”, que frequentou o antigo Liceu de Viana e que manteve uma profunda ligação poética com o Alto Minho.
Depois de lancharmos umas bolachinhas e confortavelmente sentados nas primeiras filas da plateia, soubemos estar e apreciar um espetáculo de 50 minutos, sem interrupções, sendo que, para alguns de nós (os meninos novos na sala este ano), foi mesmo a primeira vez que foram ao Teatro!
Na sala, de regresso antes do almoço, conseguirmos recontar muito do que vimos no palco, identificando o personagem principal (Pedro), que começou pequenino e depois cresceu, viajou por muitos sítios e concretizou os seus sonhos, que eram: 
  • aprender a ler
  • aprender a escrever
  • aprender a contar
  • aprender a desenhar
  • aprender a pintar
  • fazer teatro

Agradecemos à Associação de Pais o apoio que deu na comparticipação dos bilhetes dos seus associados, conforme tem sido hábito também, para que seja mais fácil de concretizar esta atividade incluída no Plano Anual do estabelecimento.

As diferentes linguagens artísticas, que fazem parte da Área de Expressão e Comunicação (Artes Visuais, Jogo Dramático/Teatro, Música e Dança) são meios de enriquecer as possibilidades de expressão e comunicação das crianças. 
A observação de diferentes manifestações teatrais contribui para a apreciação da arte dramática ou teatro e para o desenvolvimento da sensibilidade estética das crianças e proporciona ainda um diálogo no grupo, que permite explorar a especificidade dos meios e linguagens do teatro e de confrontar diferentes interpretações e apreciações, facilitando a emergência de uma opinião crítica. (In: OCEPE, 2016)

De tarde não fomos para a sala... o tempo estava seco e ameno e temos andado com alguns sintomas de falta de recreio ao ar livre
Aproveitamos para brincar com terra e areia, saltar, correr, escorregar, trepar, balançar, jogar à bola, sujamo-nos todos, mas não faz mal nenhum, antes pelo contrário, dá saúde e faz crescer!
Até cantamos os parabéns de novo à professora, desta feita com um bolo (de téa, aeia e ébas) feito por fixes e amigos
- Mas, onde está esse bolo?
- Está lá em cima, no alto do escorrega!
E depois de cantarem os parabéns e baterem muitas palmas, cortaram uma fatia...
- Anda, come! (Mas não comas a sério, ouviste?)
- Ok... ;-)
- Já acabaste? Come mais um bocadinho, mas não podes comer mais, senão ficas barriguda!

Assim, de forma doce, terminou mais um dia fixe... até amanhã!
Bem cedinho de novo, pois às 9h temos aula de música (trocamos o dia por causa do teatro).

Sem comentários:

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos