Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quarta-feira, 26 de abril de 2017

"Despacito, pouquito a pouquito..." ;-)

À quarta o dia começa sempre com música e hoje não foi exceção...
Demos continuidade ao trabalho iniciado na aula anterior, ajudando o palhacito a espirrar no tempo certo e com acompanhamento instrumental!
Seguiu-se uma divertida atividade com copos, que também são capazes de fazer música :-)
E como tudo isto nos ajuda a desenvolver a atenção, a concentração, a capacidade de autorregulação...  e até a noção de esquema corporal, o autocontrole e o equilíbrio! Estamos cada vez melhores em tudo isso, ao que diz a prof Marisa :-)

Entretanto, na área dos projetos as ideias individuais que temos para aquele dia especial começam a ser colocadas em prática a partir de uma base comum e tendo como princípio a reutilização de material... mais não podemos contar ;-) Uns manipulam tintas e pincéis, outros agulhas e linhas e outros ainda um pouco de cada!
Mas como se trata de uma tarefa delicada, tem que ser feita com muita calma e atenção, poucos de cada vez e com apoio direto dos adultos... é como diz essa canção que anda no ouvido de toda a gente: "Despacito, pouquito a pouquito..."

Como os adultos andam ocupados, nós brincamos e trabalhamos autonomamente nas áreas, quase em autogestão (a professora gosta de ver como estamos crescidos e já somos capazes de o fazer) e ainda demos uma mãozinha a pôr os recados todos nos vai-vens:
Até descobrimos sozinhos, numa reunião alargada na área da biblioteca, como funciona o jogo dos Animais da Quinta (Lidl)...
Já temos a caderneta e estamos a fazer a coleção das cartas autocolantes... se houver aí em casa repetidas, já sabem ;-)
Também vamos precisar da colaboração de todas as famílias fixes e amigas para juntarmos caixas de ovos (grandes ou pequenas, não importa). 
Quando tiverem, enviem para as salas, pode ser?
Muito obrigada e até amanhã...

Sem comentários:

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos