Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Mais um (último) dia de alegria, antes da interrupção de Natal

Alguns ficaram tão cansados da Festa de Natal de ontem, que hoje não vieram... éramos 11 fixes, poucos mas bons! Nestes dias que o calendário escolar nos impõe, achamos por bem fazer descansar as rotinas habituais da nossa sala e foi isso mesmo o que fizemos.
Mesmo assim, ainda conhecemos um livro novo, com um bonito texto e belíssimas ilustrações do nascimento de Jesus... e depois brincamos, enquanto a professora terminava de organizar os nossos Portefólios para que, no início de janeiro, tudo esteja pronto para levar para casa!

E enquanto lá fora era ping, ping, ping... a chuva a cair, cá dentro na sala fixe era mais TING, TING... a caneta a falar! E para quem ficou curioso, cá vai mais um momento de atividade com ela...
video

As situações que acontecem por iniciativa das crianças continuam a potenciar aprendizagens, como esta que aqui deixamos (embora o vídeo comece de lado, depois endireita!) que revela um interesse natural pelo código escrito, a sua utilização de forma lúdica e a maneira como as crianças se apropriam do seu modo de funcionamento:
video
Uma atividade espontânea, a escrita de letras (do próprio nome e outras) num rolo de papel higiénico, que revela a quem observa e escuta, como as crianças são capazes de:
  • mobilizar diferentes funções da linguagem escrita, neste caso em  situação de jogo e brincadeira, demonstrando interesse pela sua funcionalidade.
  • distinguir o código escrito de outros códigos, identificando algumas das suas caraterísticas e utilizando-o de modo adequado e contextualizado.
  • se envolver com a escrita nas brincadeiras, brincando com ela e tentando escrever, podendo recorrer a formas de registo diferenciadas, mais ou menos convencionais e assim demonstrando iniciativa, explorando diferentes formas de escrita e envolvendo-se nas diferentes tarefas da escrita.
  • estar atentas à escrita envolvente no dia-a-dia, procurando ativamente atribuir-lhe significado e reconhecendo algumas palavras em contexto (nome próprio e outras palavras familiares) desta forma se revelando disponível e curiosa.
Espantoso como num dia exclusivamente dedicado à brincadeira, se trabalham atitudes, conhecimentos e capacidades tão importantes (e não planeados pela educadora).

O dia terminou com a terceira visita do Pai Natal, desta vez o amigo do Jardim de Infância... que trouxe livros para todas as crianças!
Estas expressões de alegria são a prova de que as crianças cultivaram o gosto pelo livro e que também apreciam este tipo de prenda.

Por isso, papás, apostem nos livros como prendas de Natal, livros de histórias, de assuntos que as crianças gostem, livros animados... há-os de todos os tipos, para todos os gostos, idades e preços. Ah, e digam isto ao Pai Natal, para que ele não se esqueça também ;-)

Terminamos mais uma vez de forma doce. Os rebuçados cheios de Natal já terminaram, mas os pais do Miguel B. ofereceram-nos uma caixa de chocolates, que partilhamos hoje, muito obrigado! 
Com este aspeto delicioso, podem crer que souberam muito bem ;-)

1 comentário:

Rosa Alves disse...

Olá Fixes.
Um feliz Natal a todos. Leiam...leiam muito.
Beijinhos Triquiteiros

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos