Procurar no Bloguefólio:


Widget UsuárioCompulsivo

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

O amor está no ar...

Lá regressamos nós à Sala Fixe após o Carnaval, de que falamos com entusiasmo: dos fatos que vestimos e que nos encantaram, do Fred que ganhou o concurso de mascarados no baile e, ao subir ao palco, tropeçou no fato e caiu ;-) e ainda de outras coisas engraçadas, que geram sempre gargalhadas!

Conversamos também sobre o que se segue e começamos a fazer planos para o futuro:
- Agora vem aí o Dia dos Namorados!
- Ai é? E como sabem disso?
- Porque dá na televisão... porque a mãe disse... porque o pai falou...
Pois, mais uma festividade que se torna incontornável, dada a motivação existente.
(Ainda para mais temos cá umas meninas muito triquiteiras e muito apaixonadas !)

Mas então vamos lá a perceber o que é e porque acontece esta comemoração...
- Alguém sabe como apareceu o Dia dos Namorados?
Ninguém fazia ideia... e é importante saber!
Fomos, então, conhecer mais uma lenda, desta vez:
Ficamos assim a conhecer a origem desta tradição de enviar cartas, bilhetinhos e postais de amor no dia 14 de fevereiro. 
Claro que depois a publicidade fez o resto e tornou esta comemoração do amor num mero negócio! 
Mas nós por cá vamos celebrar cada um ao seu gosto e à sua maneira, por isso estivemos a decidir como fazê-lo... porque temos pouco tempo, só hoje e amanhã, pois o dia de São Valentim é já no domingo.

E lá estivemos toda a manhã e também de tarde na área dos projetos: contorna, recorta, decora, pinta e cola, plastifica e volta a recortar...
Tudo isto para quê?
Para construir uns óculos mágicos: os óculos do amor!
Foi esta a ideia preferida pela maioria... e com razão, pois são mesmo especiais:
- Quem põe estes óculos fica apaixonado!
E a quem os vamos oferecer?
A maioria decidiu oferecer ao pai e à mãe... porque eles também são namorados :-)

Houve, no entanto, outras ideias, entre as quais a criação autónoma de um postal, pelo V. (4 anos) com fixes e corações, que abre e fecha :-)

Claro que sobrou tempo e espaço para outras criações e brincadeiras...
Também estamos a ficar uns bons fotógrafos, a professora já nem precisa de preocupar-.se em registar, pois nós já sabemos usar a câmara fotográfica sozinhos ;-)

Amanhã haverá mais... até lá!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

O Carnaval é fixe ;-)

Porque as imagens falam mais do que mil palavras, aqui ficam as do nosso Carnaval...
Lindos, divertidos, fofos e fixes ;-)
E, apesar de termos um Mínimo, estávamos todos o máximo!

O habitual desfile pela freguesia, com visita à Creche e ao Lar de Idosos

Brincadeiras no exterior, em dia de sol... e as fotos que nós tiramos:
Hoje o nosso recreio foi um Jardim Mágico de Flores e Fantasia ;-)

Não podia faltar a equipa docente...

Desejamos a todos um Carnaval alegre e divertido e um bom descanso.
Voltaremos na próxima quinta-feira às atividades letivas.

Nota: Relembramos que o serviço de Prolongamento de Horário estará encerrado na Terça-feira de Carnaval, por motivo da tolerância de ponto dada à Função Pública.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Começar o dia a encher balões e terminar dançando o samba ;-)

Estivemos por cá queimando os últimos cartuchos antes da festa ou, melhor dizendo, enchendo os últimos balões!
- Será que há outra forma de encher balões sem ser a soprar?
- Há, o meu pai encheu com um "extintor" os balões para os meus anos ;-)
Pois, parece que o pai da L. encheu os balões para a sua festa com uma botija de hélio, que pode ser um pouco parecida com um extintor...
- Era para eles subirem!
- Ora aí está uma boa questão para pensarmos: porque é que os balões cheios de hélio sobem e os cheios de ar descem?
- Porque são pesados! (explicação científica: são mais densos, pesam mais do que o ar)
- Os balões que descem para o chão são mais pesados?
- Sim!
- Então e os outros, os que têm hélio?
- São mais leves... (explicação científica: são menos densos, pesam menos do que o ar)

E demos outras sugestões: encher os balões com líquidos (água, leite, óleo...) ou com outros produtos, como farinha. Um dia destes vamos experimentar, hoje ainda tentamos, mas o funil (feito de papel) não ajudou nada!

Depois a professora mostrou 2 ingredientes: vinagre e bicarbonato de sódio.
- Sabiam que usando estes dois ingredientes podemos encher um balão?
- A sério? Como?
E fomos experimentar...


Observamos que, quando bicarbonato se misturou com o vinagre, fez espuma e depois o balão encheu. Conversando sobre o assunto percebemos que o que encheu o balão não foi a espuma, mas o gás carbónico que se formou com essa mistura. 
E registamos, pequenos e grandes, ditando para a professora escrever:
(3 anos)
(6 anos)

Terminamos o dia com o prometido baile de mascarados... com as máscaras que fizemos:
video
E levamo-las hoje para casa, porque amanhã é dia de virmos já disfarçados, cada um a seu gosto e de acordo com a sua fantasia :-)

Amanhã já sabem, temos de vir de casa prontinhos para o desfile, que decorrerá a partir das 10h, com saída da escola e visita ao Lar de idosos e à Creche, como é habitual.
Tragam as vossas fantasias e muita alegria... vai ser dia de Carnaval na escola!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Altamente ;-)

É mesmo assim que continua a nossa criatividade... de dia para dia a surpreender!
Como não costuma haver 2, sem 3, o A. fez a sua terceira pintura monstruosa :-)

E, por falar nisso, hoje houve também a criação (intencional) de pinturas abstratas a pares!
E que orgulhosos ficaram os artistas...

Já sem falar nos desenhos que Carnaval que proliferaram um pouco por toda a parte...
... complementando assim a decoração carnavalesca da sala fixe... toda ela made by fixes ;-)

Terminamos a elaboração das máscaras de prato de papel...
e continuamos a produção de atiradores de confettis, que fomos testar no exterior, para ver como funcionavam...
Ao que experimentamos funcionam bem...
video
São mesmo altamente!

E parece que a prof. Patrícia adivinhou que estávamos a usar balões, pois hoje trouxe-nos o jogo dos balões: formamos pares (que trocavam de vez em quando) e, ao som da música, atiramos o balão de um para o outro, sem o deixar cair, tocando apenas com a palma da mão!

Ainda houve um tempinho para conhecermos o Vitinho... um desenho animado do tempo dos nossos pais, que aparecia na TV à hora das crianças se deitarem. 

Alguns fixes já o conheciam e até sabiam a canção de cor e salteado:

Conversando sobre este hábito tão engraçado  que as crianças tinham, na altura em que os nossos pais eram pequeninos, falamos ainda no ratinho Topo Gigio, que ninguém conhecia: 

E ainda faltavam os Patinhos... não há assim tanto tempo:
Foi mais um dia altamente ;-)
Até amanhã!

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Criatividade em ação: dos Zentangles aos padrões

A criatividade hoje andou em alta por aqui... e isso é muito bom, porque:
Quando se trazem prendas destas para a sala (blocos de construção do Panda) está-se mesmo a ver para que servem: fazer uma concertina :-)
- Olha só como eu toco!
Do mesmo artista, aqui está a Noite estrelada de Van Gogh, numa versão fixe:
- Já viste o fixe ali do lado?
;-)
Também na pintura se deram asas à imaginação...
Pois, se 1 monstro é bom (o da pintura de ontem, do mesmo autor) 2 ainda é melhor!

E no desenho não ficamos atrás...
- Fiz um desenho abstrato!
- É sim senhor... mas também podemos chamar-lhe outra coisa! Ora pensa, a ver se te lembras de um tipo de desenho que o Miguel Pinto (um fixe do 1º ano) gostava muito...
E bastou uma espreitadela ao computador, para o Miguel se recordar dos Zentangles
Um desenho que é formado por vários padrões, todos diferentes!
E que pode ficar ainda mais bonito, se for colorido... 
E logo de seguida a L. criou um... chapéu de palhaço! 
Com empenho e alguma força nos dedinhos, porque o glitter custava a sair...
Por ser terça-feira, ainda abrimos a caixinha das surpresas!
Para além de um jogo de madeira sobre o esquema corporal, tinha lá dentro mais 3 objetos: um copo de plástico, um balão e fita adesiva colorida. 
- Hum, para que será?
E com a ajuda de pistas, perguntas e respostas, chegamos lá!
Então construímos um, para ver como ficava: foi preciso cortar o fundo do copo e o topo do balão; encaixar o balão no buraco do copo e unir com fita adesiva; dar um nó da parte superior do balão. Quisemos decorar a parte branca com papel autocolante e já temos alguns prontos...
Ficamos tão entusiasmados com o resultado que até demos um nome a esta máquinaAtirador de Confettis.
Só falta mesmo experimentar se funcionam ;-)

A oficina de máscaras continuou em funcionamento... já estão quase todas prontas :-)

A terminar o dia, coube-nos uma tarefa igual à do Mocotó!
Então não é que o dono do circo, por ele se ter atrasado a entrar para o espetáculo, lhe mandou pintar a parede toda, de cima até baixo, usando um padrão de cores?
Nós demos-lhe uma mãozinha, mas tivemos que estar muito atentos, pois era necessário seguir um padrão matemático A-B-C-D (amarelo, azul, vermelho e verde)
Amanhã mostramos como nos saímos!
Até lá...

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Narizes de Mocotó ;-)

Começamos um novo dia e uma nova semana, mas também um novo mês: chegou Fevereiro, mês da folia do Carnaval!
Como não podia deixar de ser, preparamos e mudamos os mapas mensais, começando por atribuir, com muito entusiasmo, as cores dos dias da semana aos dias do mês... 
Confusos? É muito simples: o nosso Quadro Semanal tem um código de cores, isto é, cada dia da semana tem uma cor atribuída, à qual já estamos habituados e que nos ajuda a reconhecer em que dia estamos, desenvolvendo a noção de tempo.
No Mapa das Presenças, que é mensal, torna-se mais complicado situarmo-nos, daí colorirmos os números dos dias conforme o dia da semana em que calham!
Começamos também a tratar os dados do mês anterior: Presenças, Faltas e Luzinhas do coração foram contados e registados através de gráficos de barras. Assim desenvolvemos o sentido de número e começamos a conhecer, identificar e desenhar os algarismos.

Houve ainda brincadeiras e muitas atividades de expressão...  
Ficamos contentes ao ver que crescidos estão a ficar os nossos pequenitos! 
Olhem só as pinturas que já conseguem fazer...
- Aqui está a nossa escola e as flores e o céu e o sol, vês Juca? - MJ, 3 anos
- E eu fiz um monstro! - A, 3 anos
Que felizes estavam os dois!

De tarde, na hora da história, divertimo-nos a ouvir "Onde está o nariz do palhaço Mocotó?"
- O Mocotó era um bocadinho totó...
- E isso rima!
- Pois era, era distraído e não sabia do nariz!
- E o nariz estava no sítio...
- Vamos fazer o registo?
- Podemos fazer, mas um registo diferente, pode ser?

E lá fomos nós fazer Mocotós, ao gosto de cada um... usando pequenas cartolinas.
Mocotós sem nariz ;-)
Quisemos pintar com marcadores, para ficarem uns palhaços bem coloridos, mas como não os temos nos estojos, foram distribuídas caixas de 12 marcadores novos pelas mesas. 
Cada grupo de 3 fixes teve de se responsabilizar, no final,  por verificar se estavam todos na caixa e se tinham tampas!

Depois aconteceu uma magia... descobrimos o que seria depois destas pistas:
- Vamos arranjar uma maneira de colocar narizes aos Mocotós, mas primeiro precisamos de abrir um buraquinho na cartolina; os narizes podem ser de várias cores e podem crescer de formas diferentes. O que vamos usar?
- Balões!
E, depois de cada um escolher a sua cor preferida (não, não são todos narizes iguais, de bola vermelha como o do Mocotó!) toca a soprar...
Num instante a tal magia aconteceu... o nariz cresceu e os Mocotós passaram a ter narizes redondinhos e coloridos, grandes ou mais pequeninos! 
Que contentes e orgulhosos ficamos :-)
Agora estão todos no placar, para quem quiser apreciar... 
faltam só os que ainda estão para terminar
Mas amanhã vamos continuar!
- E isso rima!
Pois se rima, é porque é verdade ;-)

Diário Bloguefólio

Porquê e para quê um Blogue-Portefólio?

Uploaded on authorSTREAM by jusousa | 

De onde nos chegam amigos